Pinus

Pinus elliottii
Outros nomes: pinheiro, pinheiro-americano, pinus, slash pine, southern pine, southern yellow pine
Origem: Madeira de reflorestamento
Ocorrência: Brasil: Amapá, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo. Outros países: Estados Unidos.
Trabalhabilidade: A madeira de pinus é fácil de ser trabalhada. É fácil de desdobrar, aplainar, desenrolar, lixar, tornear, furar, fixar, colar e permite bom acabamento, além de ter uma fácil secagem.
Características sensoriais: Cerne e alburno indistintos pela cor, branco-amarelado, brilho moderado; cheiro e gosto distintos e característicos (resina), agradável; densidade baixa; macia ao corte; grã direita; textura fina.

Verifique a opção de tratamento para os produtos selecionados!

O tratamento permite maior durabilidade da madeira principalmente para madeiras usadas em área externa como decks.

Este material é indicado para

Assoalhos

Caixarias ou formas para concreto

Decks

Divisória

Embalagens

Forros

Pontaletes

Sarrafos

Menu